Como viajar de avião com seu Pet

Como viajar de avião com seu Pet

27 Janeiro, 2020 0 Por Next Seguro Viagem
Spread the love

Saiba como levar seu animal em viagens de avião.

Se você é uma daquelas pessoas apaixonadas por animais e por isso não consegue ficar sem o seu companheiro mesmo em uma viagem, temos dicas muito legais sobre como viajar de avião com seu pet. Essa prática está sendo cada vez mais comum nos voos, já que os bichinhos se tornaram parte da família dos brasileiros. Entretanto não é tão simples assim já que existem regras e procedimentos que devem ser cumpridos para conseguir embarcar seu melhor amigo com segurança e conforto.

Antes de começar a planejar a viagem, procure pesquisar e entender as regras de cada companhia aérea já que no Brasil não existe uma legislação única, ou seja, cada empresa possui suas políticas em relação a esse assunto. Cabe ao viajante escolher a empresa que ofereça a viagem mais agradável para seu bichinho.

Para solicitar a “passagem”, é necessário entrar em contato com a companhia e pagar uma taxa, que varia dependendo do peso do animal.  Após ser solicitada, a empresa informará se ainda há vagas para animais no avião. Caso haja, serão solicitados alguns documentos como atestado de saúde (certificado veterinário), emitido por um veterinário com validade de até 10 dias e carteira de vacinação do cachorro. Para viagens internacionais alguns outros documentos podem ser exigidos:                  

Certificado Zoossanitário Internacional (CZI)

É um documento emitido pelo país de origem. A validade desse certificado muda de acordo com cada país. Ele atesta a procedência do animale serve para garantir a validação das condições sanitárias exigidas para o trânsito internacional de animais.

Passaporte do cachorro

Sim passaporte!  O Passaporte para Trânsito de Cães e Gatos é um documento emitido pelo Ministério da Agricultura e pode substituir a carteira de vacinação do seu pet. Ele é aceito em todo o território nacional e em alguns países. Nesse caso, é importante pesquisar se o seu destino aceita o documento ou se será necessário levar a carteira de vacinação.  

Laudo de sorologia

Esse é o documento que demanda mais tempo e planejamento. Caso queira levar seu pet para a Europa, é preciso enviar uma amostra de sangue para um laboratório credenciado pela União Europeia no Brasil, e deve ser feita 90 dias antes do embarque.

Microchip ou Tatuagem

O Microchip é uma espécie de registro do pet, que é implantado sob a pele do animal e contém um código de identificação. A tatuagem também é uma opção, ela possui as mesmas informações, e normalmente localizada atrás da orelha do pet. Após realizar um dos dois procedimentos, uma etiqueta será gerada e deve ser apresentada no momento do embarque.

Regras das principais companhias aéreas

Azul

Na Azul, cada cliente tem o direito de levar apenas 01 durante o seu voo. A bordo, são permitidos até 3 animais domésticos por voo, desde que tenham mais de 4 meses de idade e sejam transportados com segurança e em embalagem apropriada. Para este serviço é cobrada taxa de R$ 250,00 por trecho, para compras realizadas no exterior.

Algumas regras:

  • O peso total (animal + container) deve ser de, no máximo, 5 kg. O animal deverá estar limpo, saudável e sem odor desagradável.
  • Para transporte de animais na Azul, são aceitos dois tipos de embalagem: o container rígido ou a mala flexível. As dimensões devem ser de, no máximo, 43 cm comprimento X 31,5 cm de largura X 20 cm de altura.

Documentos necessários (voos domésticos):

  • Para mostrar que seu pet é saudável e bem cuidado, leve o comprovante da vacinação antirrábica, com o nome do laboratório produtor, o tipo da vacina e o número da partida/ampola utilizada. Essa vacina precisa ter sido aplicada há mais de 30 dias e há menos de um ano do embarque.
  • Também é preciso ter em mãos o atestado de saúde do animal, emitido por médico veterinário, com validade de 10 dias da data de emissão.

Gol

O Pet na Cabine possui a taxa de R$200,00 em voos nacionais e R$600,00 em internacionais por trecho e por animal, a principio esse serviço permite que os viajantes voem com seus bichinhos e aproveitem a companhia deles durante todo o trajeto. O serviço pode ser utilizado em voos domésticos e internacionais operados pela GOL e está disponível apenas para cães e gatos, com peso máximo de 10 kg, incluindo a caixa de transporte (kennel).

Caso o animal de estimação seja maior ou pesar mais que o limite para viajar na cabine, ele poderá viajar no compartimento de carga. Mas fique atento! Existem restrições para algumas raças e espécies específicas, verifique-as com antecedência.

Cães-guias e cães-ouvintes são aceitos em todos os voos, desde que estejam acompanhando pessoas com deficiência. Cães de acompanhamento emocional são aceitos apenas para os voos com origem ou destino aos EUA e Cancun.

Latam

Para levar o animal de estimação na cabine Economy em voos domésticos o valor varia de R$200,00 a R$930,00. Ele deverá viajar dentro de uma caixa de transporte rígida ou flexível que deve atender aos seguintes requisitos:

  • O peso total, da caixa com o animal, deve ser de até 7 kg (15 libras). Em voos domésticos dentro da Colômbia é permitido até 10 kg/22lbs (entre animal e caixa de transporte);
  • As dimensões máximas da caixa de transporte devem ser 19 cm x 36 cm x 33 cm (altura, comprimento, largura), para o caso de que seja rígida, ou 23 cm x 36 cm x 33 cm (altura, comprimento, largura), para caixas flexíveis;
  • A caixa não pode ter rodas;
  • A caixa deve poder caber sob o assento dianteiro. Por razões de segurança, não poderá viajar com um animal de estimação na primeira fila ou junto a saídas de emergência;
  • A caixa deve ter uma trava que garanta que o animal não saia dela durante o voo;
  • A caixa deve ser feita de material resistente e deve ter uma base impermeável e absorvente, além de ventilação adequada;
  • O animal de estimação deve ter espaço suficiente para ficar em pé, mover-se e girar dentro da caixa.

Em voos dentro do Brasil, é preciso apresentar um atestado de vacinação antirrábica, recomendada para filhotes com mais de 90 dias de vida. Após a aplicação da 1ª dose, deve-se aguardar 30 dias para o embarque. Se esse período não estiver completo ou se a vacina estiver fora do período de validade, o embarque será negado.

Se o animal exceder o tamanho ou o peso máximo permitidos para viajar na cabine, ele poderá ser transportado no bagageiro do avião (verifique as raças permitidas no bagageiro).

O animal deverá ser levado em uma caixa de transporte que atenda aos seguintes requisitos:

  • O peso total, da caixa com o animal, deve ser de até 45 kg (99 libras) ou de até 32 kg (70 libras) se a sua viagem tem origem ou destino na Europa, na Oceania, na Argentina ou em Aruba;
  • A caixa deve ter até 115 cm de altura e 300 cm lineares (soma de altura, largura e comprimento);
  • A caixa não pode ter rodas;
  • A caixa deve ser feita de material resistente e deve ter uma base impermeável e absorvente, além de ventilação adequada e recipiente adequado para que o animal possa beber água durante o voo sem derramar;
  • O animal deve ter espaço suficiente, dentro da caixa, para poder se mover e girar;
  • A caixa deve ter porta metálica com trava dupla e não deve permitir que o animal exponha as patas ou o focinho.