Seguro Viagem, Seguro do Cartão, PB4 e afins

Seguro Viagem, Seguro do Cartão, PB4 e afins

14 Março, 2019 0 Por Next Seguro Viagem
Spread the love

Não confie plenamente em Programas como o EHIC

O Cartão Europeu de Seguro de Doença (EHIC) ou o PB4 são obtidos de graça. São úteis, mas não devem ser considerados, nem confundidos como sendo uma alternativa ao seguro de viagem. São coisas muito diferentes. Eles apenas fornecem acesso aos cuidados de saúde estaduais disponíveis no país (isso pode ser um padrão consideravelmente menor do que o que você está acostumado) e não cobre a repatriação. A repatriação, especialmente quando um médico ou enfermeiro é requisitado como acompanhante, pode custar dezenas de milhares de dólares, mesmo na Europa. Vale lembrar que na Europa, viajantes são deportados todas as semanas por tentarem ingressar no país sem cumprir o Tratado Schengen (que exige o porte de um plano de seguro viagem ativo, com pelo menos 30 mil euros de cobertura médica).

Pesquise antes de partir

O custo e a cobertura variam consideravelmente de acordo com o destino. Por exemplo, o alto custo do tratamento médico nos EUA (que ultrapassar facilmente os US $ 10.000 por noite no hospital) significará apólices com custos mais altos na contratação. O custo do tratamento médico privado na Espanha é maior do que em qualquer outro lugar na Europa. É importante entender a realidade dos custos médicos no país de destino, para não adquirir planos insuficientes.

Declarar todas as condições médicas

É essencial que sua seguradora entenda sua situação médica para fornecer cobertura abrangente. Deixar de declarar todas as condições pode custar mais a longo prazo se você precisar fazer uma reclamação e ela for rejeitada ou paga apenas parcialmente. A maioria das seguradoras que vendem planos de Seguro Viagem no Brasil, dispensam a declaração de saúde e, assim sendo, assumem o atendimento para doenças preexistentes geralmente determinando tetos de cobertura. Tratamentos e consultas de rotina não são cobertos por seguros de viagem. Eles tratam apenas de atendimentos em situação de urgência e emergência gerador por acidentes, dor ou doença.

Considere o que você precisa cobrir

Você pode economizar dinheiro na contratação de sua apólice, restringindo suporte às atividades que não fazem parte de sua viagem, como esportes. Se for um feriado de última hora, a cobertura de cancelamento pode ser custosa, portanto, excluir isso pode reduzir o valor da apólice. Se você é um estudante, deve declarar isso ao fazer a cotação, geralmente as seguradoras possuem planos especiais para estudantes.

Desconfie do seguro de viagem oferecido por bancos e cartões de crédito

A cobertura oferecida como gratuidade dentro de pacotes de benefícios de bancos e cartões de crédito pode não abranger as condições médicas pré-existentes ou ter limites insuficientes para o destino ou para sua necessidade. Caso surja uma situação relacionada, você não estará coberto. Esses pacotes podem aparentar ser uma vantagem, mas representar uma falsa economia. É vital verificar os detalhes de sua apólice e garantir que a viagem tenha o nível de cobertura desejado. Muitos clientes, mesmo possuindo os benefícios da gratuidade, optam por contratar planos à parte e assim asseguram atendimentos qualificados, ágeis, plenos e abrangentes durante suas viagens ao exterior.