Next Seguros
Destino, partindo do Brasil

Para onde você vai?

Destino
Período

Quais as datas de ida e volta?

Período
Quem vai viajar?

Idade dos viajantes

+
Viajantes
nossas matérias

Dicas de Viagem para Pessoas com Diabetes

Como qualquer turista experiente dirá, planejar com antecedência é a chave para uma viagem bem-sucedida. E isso é particularmente verdadeiro para as pessoas com diabetes - um pouco de planejamento ajudará a mantê-lo saudável quando estiver em viagem.

Você se planejou com antecedência?

A Diabetes não deve impedi-lo de fazer as coisas que você quer fazer. Se você quiser viajar e tiver diabetes, planeje com cuidado. Embora você não possa evitar situações de saúde durante a viagem, preparar-se antes de sair pode ajudar a evitar estresse desnecessário.

Dessa forma, um itinerário adequado pode ser planejado para atender às suas necessidades. Uma conexão de voo perdida pode arruinar os melhores planos de férias.

Você considerou as seguintes ideias antes de viajar?

  • Visite o seu médico para um check-up várias semanas antes de sair de férias.
  • Discuta o seu itinerário com profissionais de cuidados de saúde e desenvolva planos para as suas refeições e medicação, especialmente se a viagem envolver fusos horários diferentes.
  • Certifique-se de receber as vacinas necessárias pelo menos quatro semanas antes de viajar, para ter tempo de lidar com possíveis efeitos colaterais.
  • Peça uma lista de seus medicamentos (incluindo os nomes genéricos e suas dosagens)
  • Se você tomar insulina, registre os tipos de insulina e se a insulina é de ação rápida, de curta duração, intermediária ou de longa duração. Certifique-se de levar uma cópia consigo em todos os momentos.
  • Tenha uma carta do seu médico declarando que você tem permissão para transportar medicamentos ou suprimentos. Isso porque algumas companhias aéreas e alguns países exigem que você o faça. Seringas e agulhas, em particular, podem representar um problema ao voar e ao entrar em alguns países.

O que você precisa lembrar quando está fazendo as malas?

Divida seus medicamentos e suprimentos de diabetes e coloque-os em mais de um lugar, caso você perca uma de suas malas.

Certifique-se de que você tenha alguns dos seus medicamentos e suprimentos em sua bagagem de mão.

Tome suprimentos e medicamentos extras em caso de perda, roubo ou destruição acidental.

Considere outros suprimentos que você pode precisar, incluindo tratamento para hipoglicemia (baixa de açúcar no sangue), comida, água potável, sapatos para caminhada, protetor solar e medicação para náusea e diarreia.

Planejar com antecedência

Analise as informações sobre a embalagem de seus suprimentos e sobre o que é permitido (e não permitido) na bagagem de mão e despachada.

Tenha consigo todos os medicamentos sob prescrição e saiba como usá-los, quando usá-los e conheça quaisquer efeitos colaterais que você possa ter. Isso melhor preparará você para que os atendentes da aeronave saibam o que fazer. A maioria das companhias aéreas está mais do que feliz em ajudar os passageiros com necessidades especiais.

Certifique-se de que você tenha tempo extra para fazer o check-in antes do seu voo, caso seus itens sejam cuidadosamente revistados pelos oficiais de triagem do aeroporto.

As companhias aéreas geralmente oferecem refeições especiais para pessoas com diabetes, mas na maioria das vezes as refeições regulares das companhias aéreas podem caber em seu plano de refeições com algum planejamento.

Tenha lanches apropriados com você, caso seu voo ou a refeição em voo estejam atrasados, ou a refeição fornecida não tenha carboidrato suficiente.

Esteja ciente das alterações de fuso horário e programe suas refeições e medicamentos de acordo com isso.

Se você optar por dormir enquanto estiver viajando de avião, use um despertador de viagem ou peça ao comissário para acordá-lo na hora da refeição ou da medicação.

Insulina

Certifique-se de levar sua insulina com você o tempo todo.

Nunca guarde a insulina na bagagem despachada, pois ela pode ficar exposta a temperaturas extremas (muitas vezes congelantes), o que pode alterar sua eficácia.

Os scanners de segurança usados ​​no check-in normalmente não danificam a insulina ou o medidor de glicose no sangue.

É importante inspecionar sua insulina antes de injetar cada dose.

Se você notar algo incomum sobre a aparência da sua insulina, ou perceber que suas necessidades de aplicar insulina estão mudando, entre em contato com seu médico.

Bombas

Alerte o oficial de triagem do aeroporto com antecedência, caso você use uma bomba de insulina. O portal detector de metal e o detector de metal portátil podem afetar o funcionamento das bombas de insulina, assim eles podem realizar uma busca física em um local privado.

Fique ativo

Tente fazer alguma forma de atividade durante sua jornada:

Caminhe ao redor do terminal antes de embarcar

Durante o voo, considere fazer exercícios simples de alongamento em seu assento ou mover os tornozelos em círculos e levantar as pernas ocasionalmente. Isso irá melhorar sua circulação.

Você está viajando de carro?

  • Se você é um motorista ou passageiro, verificar seu nível de açúcar no sangue regularmente é muito importante.
  • Verifique também o nível de açúcar no sangue antes de sair de casa e novamente a cada quatro horas durante a sua jornada.

Pode ser uma boa ideia, se você estiver viajando de carro, considerar também o seguinte:

  • Pare a cada 2 ou 3 horas para esticar as pernas e fazer alguma atividade física. Isso ajudará a melhorar a circulação sanguínea.
  • Se você tomar insulina, evite dirigir no período entre a sua injeção e a próxima refeição.
  • Limite a sua condução para um máximo de 12 horas por dia, ou seis horas entre duas refeições.
  • Mantenha sua medicação, refeição e o lanche o mais regular possível.
  • Traga suprimentos com você para tratar o baixo nível de açúcar no sangue (por exemplo, 15 gramas de comprimidos de glicose ou 150 ml de suco de fruta) em caso de engarrafamentos, problemas com o carro ou por pegar uma direção errada.
  • Ao primeiro sinal de baixa de açúcar no sangue ou hipoglicemia, puxe o carro para o lado da estrada e tome 15 gramas de comprimidos de glicose ou 150 mL (⅔ xícara) de suco de frutas. Siga isso e inclua um carboidrato de ação mais longa somado a uma proteína, como, por exemplo, um sanduíche. Não comece a dirigir novamente até que os sintomas desapareçam e seu nível de açúcar esteja acima de 5 mmol / L.
  • Sugere-se que você espere 40 minutos para se recuperar totalmente do baixo nível de açúcar no sangue.

Você está viajando no mar

Cruzeiros de férias são conhecidos pelos buffets que você pode comer. Com uma grande variedade de alimentos disponíveis, é fácil exagerar.

Pode ser uma boa ideia se você estiver viajando pelo mar para considerar o seguinte:

  • Converse com seu nutricionista especializado em diabetes antes de sair e veja como encaixar alguns dos alimentos do cruzeiro em seu plano de refeições.
  • Quando possível, obtenha um cardápio de amostra do cruzeiro, para ter uma ideia dos tipos de alimentos servidos; então você pode planejar suas refeições de acordo com as possibilidades e necessidades.
  • Mantenha-se ativo para compensar qualquer alimento extra que você comer. Os navios de cruzeiro oferecem ótimas atividades; experimente uma aula de ginástica, dê um mergulho ou passeie pelo convés ao pôr do sol.
  • É uma boa ideia informar a equipe do cruzeiro sobre o seu diabetes, caso surja algum problema.
  • Tenha um registro escrito de todos os seus medicamentos.

Você está viajando a pé?

Férias ao ar livre podem proporcionar um excelente retiro às pressões da vida cotidiana, mas há algumas coisas a considerar antes de ir:

  • Pense em segurança - evite ir acampar ou fazer caminhadas sozinho.
  • Diga a alguém onde você estará e quando você espera voltar, para que você possa ser encontrado em caso de emergência.
  • Leve um kit de primeiros socorros e se você usar insulina, um Kit de Emergência para diabéticos.
  • Se você usa insulina, ensine seu companheiro de viagem quando e como usar o kit.
  • Tente evitar coisas que alterem severamente os níveis de açúcar no sangue, como atividade física significativamente mais intensa do que o normal. Também tente evitar cortes, contusões, queimaduras solares, bolhas ou picadas de insetos.
  • Certifique-se de comer e beber o suficiente para atender às suas necessidades - traga comida, água, medicamentos e açúcar extra. Certifique-se de que sua comida e água não estejam contaminadas.
  • Se você é extremamente ativo, pode ser necessário diminuir sua medicação para diabetes, por isso não deixe de discutir isso com seu médico ou educador sobre diabetes.
  • O Kit de Emergência para Diabéticos é administrado quando uma pessoa tem hipoglicemia grave ou baixa de açúcar no sangue.

Como você armazena e usa sua insulina enquanto viaja?

A insulina deve ser armazenada adequadamente, pois ela se estraga caso seja deixada em temperaturas muito quentes ou muito frias.

A insulina mantém sua integridade e eficácia à temperatura ambiente por 30 dias. Mas se viajar em:

Temperaturas quentes:

  • Guarde a sua insulina em um saco isolado ou garrafa térmica refrigerada.

Condições extremamente quentes:

  • Congele a água em garrafas de plástico e guarde-as no seu saco isolado, juntamente com a sua insulina e alimentos. Quando derretida, a água pode servir como água potável.

Clima frio, como esquiar ou acampar:

  • Mantenha a sua insulina perto do corpo ou de um saco isolado para evitar o congelamento.

Para viagens curtas, você pode querer manter suas agulhas e descartá-las quando voltar para casa.

Para viagens mais longas, você pode comprar pequenos recipientes que armazenam ou quebram agulhas e seringas.

Se você usar canetas de insulina, leve uma de reserva com você.

Como você mantém seus níveis de açúcar no sangue sob controle enquanto viaja?

  • Durante as férias, teste regularmente o seu nível de açúcar no sangue.
  • Testes regulares são a única maneira de você saber se os seus níveis de açúcar no sangue estão na média correta.
  • É uma boa ideia levar o manual de instruções do seu medidor, bem como baterias extras e tiras de teste com você.
  • Se as instalações de lavagem das mãos não estiverem disponíveis, leve compressas com álcool ou lenços umedecidos para limpar os dedos antes de fazer o teste.
  • Registre injeções, medicamentos e resultados de testes em um diário de bordo.
  • Se você tiver problemas com os níveis de açúcar no sangue, entre em contato com seu médico ou com um hospital na área para obter orientação. Certifique-se de ter sua lista de medicamentos e um seguro de viagem à mão para ajudar o médico a prestar os cuidados adequados.
  • Contrate seu Seguro Viagem. Nossos planos dão cobertura para doençãs preexistentes. 

Como os usuários de insulina se ajustam às mudanças de fuso horário?

Viagens longas, muitas vezes atravessam vários fusos horários, portanto, um dia de 24 horas pode ser ampliado ou encurtado. De qualquer forma, você terá que ajustar o seu cronograma de insulina de acordo com o controle do açúcar no sangue, pois isso pode ser alterado por uma mudança no tempo, por uma mudança do ritmo do corpo e nos padrões de sono.

Ao viajar, manter seu nível de açúcar no sangue próximo aos níveis desejados pode ser um verdadeiro desafio. Aqui estão algumas diretrizes:

  • Ao viajar para o leste, seu dia de viagem será menor. Se você perder mais de duas horas, talvez precise tomar menos unidades de insulina intermediária ou de ação prolongada.
  • Quando viajar para o oeste, seu dia de viagem será maior. Se você ganhar mais de duas horas, talvez precise tomar unidades extras de insulina de ação curta e digerir mais comida.
  • Você pode alterar o tempo de suas injeções e refeições em até duas horas em um dia sem ajustar sua dose de insulina ou seu plano de refeições.
  • Siga o seu plano de refeições habitual, tanto quanto possível.
  • Se você estiver atravessando mais de dois fusos horários, precisará preparar um horário para refeição e insulina.

Como as pessoas que tomam medicação oral para diabetes se ajustam às mudanças de fuso horário?

  • Se a diferença de tempo for inferior a três horas, você pode mover o tempo que você leva seus agentes orais por uma hora e meia.
  • Se a diferença horária for superior a três horas, peça conselho ao seu médico ou educador em diabetes.

Como você gerencia seu açúcar no sangue quando está doente?

  • Geralmente, se você sentir enjoo durante a viagem, tome carboidratos na forma de líquidos (por exemplo, sucos ou refrigerantes comuns). Se você não tem certeza de como converter carboidratos em fluidos, pergunte ao seu educador em diabetes.

Quando você está doente, seus níveis de açúcar no sangue podem flutuar e ser imprevisíveis. Durante os períodos de doença, é MUITO IMPORTANTE que você:

  • Teste seus níveis de açúcar no sangue a cada duas a quatro horas;
  • Continue a tomar sua medicação para diabetes;
  • Beba bastante líquidos ou água sem açúcar; tente evitar café, chá e colas, pois eles contêm cafeína, o que pode causar a perda de mais líquidos;
  • Substitua alimentos sólidos por líquidos que contenham açúcar, se você não puder comer de acordo com o seu plano de refeições habitual;
  • Tente consumir 15 gramas de carboidratos a cada hora;
  • Ligue para seu médico ou vá para uma sala de emergência se você vomitar e / ou tiver tido diarreia duas vezes ou mais em quatro horas;
  • Se você estiver tomando insulina, certifique-se de continuar tomando enquanto estiver doente. Verifique com sua equipe de saúde sobre diretrizes para o ajuste da insulina durante a doença;
  • Descansar.
  • Se você estiver viajando para um ponto remoto que não tenha serviço de ambulância, é importante que seu companheiro de viagem aprenda a usar o kit de emergência para diabéticos.
  • Que você precisa transportar seringas ou agulhas para canetas de insulina e lancetas como parte do tratamento com insulina. Isso será útil se a sua bagagem for examinada nos pontos de verificação de segurança do aeroporto.
  • Os suprimentos necessários para o tratamento do diabetes. Certifique-se de manter suas seringas, agulhas, canetas e lancetas nas mesmas caixas em que elas vieram com o rótulo de prescrição original.
  • Quaisquer vacinas necessárias
  • Informações sobre instalações ou organizações médicas locais
turistas férias couple boat egipt